top of page

Estresse - Perceba os sinais do seu corpo

Atualmente nossas vidas são muito ativas. Existe um excesso de informações e de atividades em nosso cotidiano. O uso das tecnologias que surgiram propondo facilidades em nossas vidas acabou nos deixando 24 horas por dia conectados, 7 dias por semana. A necessidade continua de mais e mais produtividade nos foram impostas com naturalmente, acreditávamos que eram sinais normais da vida moderna, mas tantas exigências trouxeram estresse, exaustão e adoecimento.


No ano de 2018 conclui a minha pesquisa de mestrado que tinha como um dos principais temas, o estresse. E sendo assim estudei a fundo o tema e resolvi lhes falar um pouco sobre o assunto.


O termo atualmente é largamente utilizado, mas efetivamente o estresse se constitui pelas reações psicológicas, físicas, mentais e hormonais do organismo, que ocorrem quando surge a necessidade de uma grande adaptação a um evento estressor, e tende a ser prejudicial quando há exposição prolongada a tal evento.


Não há como falar sobre estresse sem citar uma das principais referências sobre o tema no Brasil, a psicóloga Marilda Lipp, especialista em estresse e fundadora do Centro Psicológico de Controle do Stress, em Campinas. Um dos principais instrumentos científicos válidos para identificar sintomas da doença e medir níveis de estresse é o Inventário de Sintomas de Stresse de Lipp (ISSL), trata-se de um instrumento de uso restrito ao psicólogo.


O instrumento de Lipp relaciona sintomas observados em determinados períodos de tempo, pois, segundo a autora quando sintomas se somam e atingem certa frequência, podem ser identificados quadros sintomatológicos do estresse.

Todos nós temos sinais de estresse em determinados momentos de nossa vida. Realize o questionário a seguir para avaliar se você está sentindo sintomas frequentemente relacionados ao estresse.


*O instrumento abaixo não é um teste, nem permite o diagnóstico de qualquer doença. É útil para dar uma ideia sobre os seu modo de ser e agir. Se precisar de um diagnóstico, procure um psicólogo que poderá fazer uma avaliação completa. Vale salientar que os sintomas também podem significar a presença de outras doenças.

Fonte: Marilda Novaes Lipp


Assinale abaixo os sintomas que você tem experienciado nos últimos 10 dias:

1. Ombros levantados

2. Dor ou tensão nas costas

3. Aperto de mandíbula

4. Tensão ou dor na nuca

5. Hiperacidez estomal (azia)

6. Irritabilidade excessiva

7. Boca seca

8. Taquicardia, ou coração batendo rápido demais

9. Suor excessivo

10. Mãos ou pés frios

11. Respiração ofegante

12. Desorganizado, não sabendo onde colocou as coisas.


Verifique o significado de sua pontuação:


Se não assinalou nenhum:

Parabéns, seu corpo está em pleno funcionamento no que se refere ao stress.


Se assinalou de 1 a 3:

A vida pode estar um pouco estressante para você. Avalie o que está ocorrendo. Veja o que está exigindo tanto de sua resistência. Pode ser o mundo lá fora ou pode ser você mesmo. Fortaleça o seu organismo.


Se assinalou de 4 a 8:

Há sinais de que seu nível de stress está alto e algo está exigindo demais seu organismo. Pode estar chegando no seu limite. Considere uma mudança de estilo de vida e de hábitos. Analise em que seu próprio modo de ser pode estar contribuindo para a tensão que está sentindo.


Se assinalou mais do que 8:

Seu nível de stress parece estar altíssimo. Seria bom consultar um psicólogo especialista em stress para fazer um diagnóstico. Sem dúvida, você tem fontes de stress representadas pelo mundo ao seu redor (pode ser família, ocupação, sociedade, etc) e fontes internas (seu modo de pensar, de sentir e de ser) com as quais precisa aprender a lidar.


Fonte: Centro Psicológico de Controle do Stress de Campinas


Commentaires


bottom of page